fbpx

Momento de transição

Márcia Colasante – Tesoureira da AME-Brasil

Nestes tempos onde a turbulência e o aparente caos parecem imperar, recordemo-nos das promessas do Cristo que nos enviou o Consolador prometido, diretriz segura para todos os homens que buscam o caminho da espiritualização. Transportado do velho continente para a América, o Espiritismo é o alicerce, a semente de luz da civilização do futuro.
A hora é amarga, mas o momento é de transição! Nossos homens públicos estão esquecidos dos valores morais, mas o Brasil guarda em seu bojo uma destinação sublime. No plano invisível estão as diretrizes e o material para a construção da Pátria do Evangelho, onde o amor e a fraternidade universal hão de ser a base de todas as relações humanas.

Atravessamos tempos de violência, de guerras fraticidas, de novos embates entre o ocidente e o oriente, no entanto, esses são os últimos estertores de uma civilização que tem nas suas raízes o egoísmo e a separatividade. Muito sofrimento ainda está por vir, mas, certamente após a tempestade a nova civilização se edificará na Pátria do Cruzeiro, onde muitos espíritos comprometidos com a obra do Cristo têm renascido, lançando os alicerces seguros do Evangelho de Jesus a luz do conhecimento da imortalidade da alma.
A bandeira de Ismael está fincada em nosso solo, cabe-nos, portanto, executar o seu divino lema: “Deus, Cristo e Caridade”. Somos os humildes colaboradores de um novo tempo, “filhos de Bezerra”, que por amor à humanidade pediu para permanecer por mais dois séculos junto aos irmãos sofredores da Terra. Uma minoria criativa que pacientemente está alinhavando a medicina do futuro, recuperando sua raiz humanitária e espiritual. Reconectando ciência e espiritualidade.

Sim, os tempos são difíceis, os obstáculos são inúmeros, entretanto, compete-nos semear e exemplificar não só em nossa prática diária, no atendimento aos que nos procuram como profissionais da saúde, mas também em nosso relacionamento com nossos irmãos de jornada. Combater o bom combate, alijando de nós o personalismo, a vaidade e a competitividade deve ser uma das metas em nossa existência. Os novos tempos serão de inteira cooperação e valorização de todos os que abraçaram a tarefa de servir, sob a égide de Bezerra, à medicina com Jesus.
Avante! Os tempos são chegados e o futuro depende somente do que fizermos do nosso hoje. Continuemos a semear com humildade e amor; em breve nossa nação há de se transformar e nós faremos parte dessa mudança dentro do nosso círculo de ação.

Avante! Jesus no leme!

Deixe um comentário

Informe seus dados de acesso

Já é Assinante Ame+?
OU